1784

Prefeitura Municipal de Morpará

Pular para o conteúdo

Visão Geral

Visão Geral

Bandeira Bandeira do Município
Brasão Brasão do Município
  • Aniversário: 16 de julho
  • Fundação: 16 de julho de 1962
  • Padroeiro (a):São Pedro
  • Gentílio:Morparaense
  • Cep: 47580-000
  • População: 8285 (estimativa)
  • Prefeito (a): ()
    -

Cultura

Durante o mês de junho, muitas são as atividades culturais em Morpará-Ba. As escolas preparam as Quadrilhas, quermesses e o tradicional rancho e também Tem a festa do Glorioso São Pedro “o padroeiro da cidade” os fieis ornamentam a Igreja Católica.

PRINCIPAIS TRADIÇÕES
Em 29 de junho em Morpará muitos moradores seguem a tradição de celebrar e festejar o dia do padroeiro, Pedro o primeiro Discípulo de Jesus Cristo era pescador, o que motiva muitos pescadores participarem da organização, celebração da novena de São Pedro em preparação pra o grande dia. Aniversário da cidade , com competições e premiações durante o dia.

Geografia

Área Territorial: 2.093,872 km² (IBGE 2019)
Limites: Barra, Xique-Xique, Gentio do Ouro, Ipupiara, Brotas de Macaúbas e Oliveira dos Brejinhos

População

8.497 pessoas (IBGE 2020)
Densidade Demográfica: 4,88 hab/km² (IBGE 2010)

Clima

Tropical

História

Morpará foi descoberta em 1812 por um vaqueiro da fazenda Picada que andava a procura de gado. Encontrou vários índios que pescavam às margens do Rio São Francisco, no local onde serviu, muitos anos depois para ancoragem dos navios chamados vapor, ficando este local conhecido por todos como Porto do Vapor.

Morpará tem origem nas fazendas Poço de Gado, Ema e Picadas. Seu primeiro nome foi dado pela aglomeração de pescadores Rancho Velha proveniente dos ranchos feitos e cobertos com palhas de carnaúba, produto natural e regional. Depois foi denominado de Morro do Paramirim por ser aí o encontro dos rios São Francisco e Paramirim.

Em 1891, o fazendeiro Dr. Antônio Bitencurt Mariani, fez glebas e lotes para vender a quem interessasse. Foi aí que chegaram homens para abrir comércios, sendo o primeiro o Major Benedito Marcelino de Almeida, que teve a oportunidade de receber os militares quando vieram em busca dos revoltosos na década de 1914. Esse Major foi o grande defensor da ordem social das famílias morparaense da época.

Em 1916, com a chegada de outros comerciantes, especialmente os Brejeiros, que se instalaram comprando peixes, cera de carnaúba, peles e couro de todos os animais. Estas mercadorias eram despachadas para Juazeiro da Bahia, Petrolina de Pernambuco e para o estado de Sergipe.

Com o desenvolvimento, Morpará recebeu os primeiros serviços públicos, como a instalação de uma agência dos Correios e Telégrafos que também recebia correspondência de Brotas de Macaúbas e da Vila Jordão de Brotas, que vinham transportadas nas costas dos burros e eram enviadas para as cidades da Barra, Juazeiro e outras das margens do rio São Francisco.

Morpará por ser o melhor porto, recebia as mercadorias dos municípios vizinhos, em especial o fumo de corda, que eram despachados para os Estados do Piauí, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás e outros, através do vapor, que consumia a lenha colhida nas margens do rio São Francisco.

Em 16 de julho de 1962, o município foi criado com parte do território do distrito de Morpará, desmembrado de Brotas de Macaúbas, e com o território do distrito de Quixaba, desmembrado de Oliveira dos Brejinhos, por força de Lei Estadual número 1.722 e publicado no Diário Oficial do Estado, em 25.07.1962.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA
Distrito criado com a denominação de Morpará (ex-povoado), pela lei estadual nº 9251, de 1934, subordinado ao município de Brotas (ex-Brotas de Macaúbas).

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o distrito de Morpará, figura no município Brotas.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Morpará, pela lei estadual nº 1722, de 16-07-1962, desmembrado dos municípios de Brotas de Macaúbas e Oliveira dos Brejinhos. Sede no antigo distrito de Morpará. Constituído de 2 distritos: Morpará e Quixaba, segundo desmembrado do município de Oliveira dos Brejinhos. Instalado em 07-04-1963.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Morpará e Quixaba.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Turismo

PONTOS TURÍSTICOS
Serra, Rio São Francisco, Barragem quando há enchentes e suas famosas coroas.

Letra do Hino

Glorioso foi o teu nascer
Grandioso o teu triunfar
Seu progresso haveremos de ver
triunfante oh meu Morpará

Pescadores seus primeiros habitantes
Acreditaram no seu solo terra amada
Corajosos, destemidos e confiantes,
Deram início a esta luta consagrada !

Morpará, Morpará,
Orgulho de um povo gentil,
És a prova de amor e bravura,
És a imagem do nosso Brasil

Suas rochas murmuram em segredo,
Contam história do seu lindo passado,
Glória a ti meu glorioso São Pedro,
Padroeiro deste povo amado,

Morpará sol fecundo a brilhar,
Enriquecendo sua beleza e esplendor,
do Brasil és um rico pedaço,
da Bahia és a prova de amor.

Morpará, Morpará,
Orgulho de um povo gentil,
És a prova de amor e bravura,
És a imagem do nosso Brasil